Sexting causa suicídio nos Estados Unidos

O site Eschool News, publicou no último dia 10 (dezembro) notícia sobre uma garota de 18 anos que se matou em 2008. O artigo traz a tona a questão atual do sexting…

Para esclarecer, sexting é o termo utilizado para a transmissão de conteúdos eróticos e sensuais via celular. É mais do que uma fofoca, é uma verdadeira invasão de privacidade ou ainda dependendo do caso, uso indevido de imagem e até mesmo enquadramento no ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente pelo art. 241 (dependendo das fotos) sendo no caso dos menores, considerado como Ato Infracional.

Em alguns casos as fotos ou filmagens são produzidas sem o consentimento da vítima, em outros casos a própria vítima provoca sem querer o incidente, ao se deixar fotografar ou mandar uma foto íntima ao namorado.

No caso em questão, a garota tinha 16 anos na época, ela enviou sua foto para o namorado e quando os dois romperam ele mandou para um de seus colegas que por sua vez mandou para outros e assim por diante.

A foto ou fotos correram a escola toda e outras escolas também, ela ficou famosa mas no sentido negativo, o que provocou depressão e outros problemas. Enfim, no final ela acabou por se matar.

Quero mostrar para vocês que aquele papo que tivemos em sala de aula, sobre cyberbullying, se aplica para o sexting, ou seja, a sua prática a princípio pode “parecer engraçado” para alguns, mas o que é brincadeira para você pode não ser para os outros e assim, provocar sérias conseqüências.

Aqui no Brasil, o rapaz poderia ser processado por por uso indevido de imagem e sendo menor de 18 anos, os pais arcariam com os danos causados, fossem materiais ou morais.

Abs a todos e fico a disposição para esclarecer qualquer dúvida.

Link para a notícia original: http://www.eschoolnews.com/news/top-news/index.cfm?i=62173

Dra. Cristina Sleiman

Advogada e pedagoga

cristina@sleiman.com.br