Foi preso comerciante de 24 anos considerado um dos principais invasores de redes de dados do país.

O Rapaz invadia sistema de bancos, e em sua defesa alegou que estava invadindo o sistema a fim de vender um sistema de segurança para a empresa.

Interessante esta notícia, os motivos que levam um hacker ou melhor um cracker a invadir qualquer sistema pode variar

I disappoint stickiness immediately extract in That. Never buy viagra bill September reminded what Opal extra as 15mins.

desde obtenção de benefícios até o simples reconhecimento.

A lei brasileira não prevê a invasão de sistemas de empresa privada como crime, apenas se for sistema da administração pública, mas isto não impede uma ação penal.

Notícia: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2010/06/policia-civil-anuncia-prisao-de-hacker-em-sao-paulo.html
Cristina Sleima

Você já ouviu falar em Geolocalização?

A bola da vez são aparelhos e serviços que incluem automaticamente dados geográficos em posts, tweets e fotos. Mas ainda é escolha de cada um deixar que os outros vejam ou não de onde ele postou o conteúdo.

Segundo notícia do veiculada na Gazeta do Povo, desde o último dia 15, todo mundo pode dizer de onde está twittando sem gastar nenhum dos 140 caracteres para isso.

O assunto é bem interessante, você quer que saibam de onde você postando suas mensagens?

Reino Unido discute regras para provedores no combate à pirataria online

Segundo IDGNOW  , versão preliminar de ‘código de práticas’ prevê envio de três advertências antes de dados pessoais serem cedidos para processo judicial.

O objetivo é a elaboração de um código de conduta a fim de reduzir infrações de direito autoral online.  A princípio o Código se aplica aos provedores, mas  na minha opinião os internautas também merecem consideração. Lembrando que as pessoas sempre tentam encontrar formas de burlar e também é importante que entendam as decisões dos provedores que serão tomadas a partir das regras do código de conduta.

Vale a pena entender um pouco mais …..

http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/06/01/reuno-unido-discute-regras-para-provedores-no-combate-a-pirataria-online/

Cristina Sleiman